Antifragilidade — um passo além da resiliência!

Publicado por Felipe Nunes em 21 de Maio de 2020
imagem com fundo cinza, contendo um diamante e um spot de luz com a frase "antifragilidade — um passo além da resiliência!"

Você já deve ter escutado que no pós pandemia nada será como antes, agora neste exato momento todos nós, pessoas e empresas, estamos nos ajustando e experimentando novos hábitos para nos encaixar neste presente indesejável, mas real, nosso tema de hoje é antifragilidade — um passo além da resiliência!


O futuro está um tanto quanto obscuro, porém, independente do que nos espera, você está pronto para a nova realidade?

Quais habilidades você precisará ter para caminhar firme e seguro no pós pandemia, dentre muitas talvez você pense em resiliência, ou seja, a capacidade que cada pessoa tem de lidar com seus próprios problemas, de sobreviver e superar momentos difíceis, diante de situações adversas e não ceder à pressão, independentemente da situação.

Procurando soluções em lubrificação?

Mas, será o suficiente diante dessa sociedade impactada em dimensões inimagináveis, ser apenas resiliente? Talvez precisemos de algo a mais, talvez precisemos ser ANTIFRÁGEIS.

Antifragilidade x Resiliência

Você é uma pessoa ou uma empresa com resiliência no sangue? Ou seja, você aguenta o impacto das coisas negativas em sua vida, mas ainda sim volta a ser quem era, superando tudo? Se sim, você já está em vantagem, e a pandemia terá um impacto mais leve para você.

Mas isso basta? Veja, um marinheiro sai de uma tempestade, ele sobrevive, e seu barco que por acaso era de madeira resistiu, mas, talvez o barco não suporte uma nova adversidade. Este é o caso aqui, antifragilidade (O termo vem do escritor Líbano-americano Nassim Nicholas Taleb, em seu livro Antifrágil — Coisas que se beneficiam do caos) seria a atitude do marinheiro de reforçar seu barco, de aprender com aquela situação e também se tornar mais forte, lembrar da tempestade como algo que o ajudou a ser melhor, ou o forçou a se auto reinventar.

Em resumo, a resiliência foca na sua capacidade de se adaptar, já a antifragilidade é o quanto você consegue se fortalecer.

Talvez seja essa a postura que sua empresa, assim como nós, deva assumir. A missão agora é reforçar o barco, e nos tornar marinheiros melhores e mais fortes, quando a pandemia e todo o caos se forem, e o mar ficar calmo novamente, navegaremos melhor que antes.

Praticar a antifragilidade é uma tarefa fácil?

Não, provavelmente será um processo cansativo, e até mesmo dolorido, vai exigir muito de você e toda sua equipe. Mas veja, nada é impossível, e se você for firme em seus objetivos, determinado e disciplinado os resultados virão.

Leve isso com você e compartilhe com seu time:

  • Assuma o controle do que estiver ao seu alcance;
  • Não busque culpados, seja a solução;
  • Reaja aos imprevistos positivamente;
  • Busque conhecer melhor sobre si mesmo.

Por fim, o mais importante é não ficarmos no meio desta tempestade, encolhidos em nossos barquinhos com medo, esperando, talvez você esteja até pensando “o que tiver de ser será”, amigos se vocês não segurarem o leme, o barco pode afundar, assumam o controle do que está por vir, evite ficar esperando que as notícias ruins acabem para poder entrar em ação.

A vida “normal” vai ser diferente do nosso antigo “normal” e vocês precisam se preparar agora, fabrique sua própria sorte.


Espero que você tenha apreciado nosso conteúdo – Antifragilidade — um passo além da resiliência! Se precisar falar com a Pizzani CLIQUE AQUI

Por fim, gostaria de convida-los para uma visita em nossa página do Linkedin, com conteúdos semanais e informativos que vão agregar ainda mais em sua vida profissional.

#WeMoveTheFuture

Publicado por

Compartilhe

Deixe seu comentário

Os campos com * são obrigatórios